fbpx
Trabalhadores já podem solicitar o auxílio emergencial

Trabalhadores já podem solicitar o auxílio emergencial

O pagamento do auxílio emergencial será pago em três parcelas de R$ 600 a trabalhadores informais nesta quinta-feira (9). A Caixa Econômica Federal disponibilizou um site e aplicativo para que informais, autônomos, desempregados e MEIs possam solicitar o auxílio emergencial. O número de telefone (111) também foi disponibilizado para tirar dúvidas.

O aplicativo deve ser usado pelos trabalhadores que forem microempreendedores individuais (MEIs), trabalhadores informais sem registro e contribuintes individuais do INSS. Aqueles que já recebem o Bolsa Família, ou que estão inscritos no Cadastro Único, não precisam se cadastrar. O pagamento será feito automaticamente.

Auxílio emergencial

A medida, conhecida como “coronavoucher” faz parte de um pacote de ações do Governo Federal para minimizar os impactos causados pela pandemia da COVID-19 e a expectativa, segundo o Ministério da Cidadania, é que 24 milhões de pessoas sejam beneficiadas pelo auxílio de até R$ 1,2 mil por mês. No Espírito Santo, cerca de 838 mil pessoas podem receber o benefício.

O benefício é destinado aos trabalhadores que não tenham a carteira assinada, autônomos, MEIs (microempreendedores individuais), desempregados e contribuintes individuais da previdência. Ao mesmo tempo, para receber é preciso se encaixar nas regras abaixo:

  • Possuir mais de 18 anos de idade;
  • Ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50)
  • Ter renda mensal até 3 salários mínimos (R$ 3.135) por família;
  • Não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018.
  • Estar inscrito Cadastro Único (CadÚnico) para Programas Sociais do Governo Federal até o último dia dia 20 de março;

Cada família pode acumular, no máximo, dois benefícios, ou seja, R$ 1.200 e a mulher que sustentar o lar sozinha terá direito a R$ 1.200. 

Funcionários públicos não tem o direito ao auxílio, mesmo que estejam cumprindo contrato temporário. Também fica de fora que recebe algum outro benefício como seguro-desemprego, aposentadoria, pensão ou BPC (Benefício de Prestação Continuada).

Calendário de pagamentos

Os beneficiários do auxílio, exceto os que recebem o Bolsa Família, irão receber os pagamentos em contas digitais gratuitas que serão abertas automaticamente e vão permitir que os beneficiários façam pagamentos de contas de consumo e transferências gratuitamente. Inicialmente, não será possível fazer saques dessas contas.

Confira o calendário.

> Fique por dentro das ações do vereador Mazinho no combate a COVID-19.

Deixe uma resposta