Coronavírus: as principais medidas do Governo contra a pandemia do coronavírus

Coronavírus: as principais medidas do Governo contra a pandemia do coronavírus

  • Post category:Blog / Covid-19

Estamos perto de completar três meses de estado de calamidade pública decreto pelo Governo do Espírito Santo. E, como a crise causada pelo avanço do novo coronavírus requer dinamismo do poder público, diversas medidas de combate ao vírus têm sido divulgadas diariamente.

Em meio a tanta informação, você está conseguindo acompanhar as ações do Governo do Estado, contra a Covid-19 e pela retomada segura da economia?

Confira as principais decisões tomadas pelo Governo até agora:

Março: as primeiras medidas do Governo contra a pandemia

Governo readequa leitos de UTI a serem utilizados como isolamento e cria a Sala de Situação de Emergência em Saúde Pública para subsidiar decisões e gestão de crise da pandemia no Estado.

Como medida de prevenção, as férias escolares de julho são adiantadas e as aulas nas escolas da Rede Pública Estadual ficam suspensas.

Fica proibida a abertura de espaços culturais (cinemas, casas de shows, boates) e a realização de eventos.

Uma linha de crédito emergencial do Bandes e do Banestes também é anunciada para empresas afetadas economicamente pela COVID-19.

Ficam proibidas de funcionar as academias de ginástica e similares, além da suspensão de consultas e cirurgias eletivas.

Parques estaduais, municipais e privados ficam fechados e é recomendado que as praias não sejam frequentadas durante esse período.

A entrada em todas as agências bancárias (públicas e privadas) fica restrito, exceto para usuários sacarem dinheiro ou receber recursos em decorrência dos prejuízos causados pelo coronavírus.

Governo do ES destina R$ 20 milhões para fortalecer ações de redução das desigualdades sociais provocadas pelo avanço do vírus. É anunciado o fornecimento de cestas básicas para famílias dos alunos da Rede Pública Estadual em situação de pobreza e extrema pobreza.

Na área de desembarque do Aeroporto de Vitória, começa a funcionar uma barreira sanitária.

São prorrogados por 90 dias o pagamento das taxas referentes ao Estado, do ICMS e do Simples Nacional.

Para pequenas e médias empresas, o Estado disponibilizará linha emergencial para pagamento do salário de funcionários e uma linha de financiamento será criada para beneficiar artesãos, representantes da Economia Solidária, micro e pequenos empreendedores e trabalhadores autônomos.

Abril: a retomada gradual do comércio

Governador anuncia concessão da isenção de ICMS nas contas de energia elétrica para os contribuintes residenciais de baixa renda com consumo de até 220 kwh (quilowatt-hora) pelos próximos 90 dias.

É anunciado o decreto que limita número de clientes em supermercados no ES.

Maio: o plano de convivência com a pandemia

Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves recebe novos respiradores.

Governo do Estado inicia distribuição de máscaras para a população nos terminais.

É apresentado o Plano de Convivência com a pandemia, que vai permitir a abertura gradual e alternada dos estabelecimentos comerciais de rua.

Governo recomenda a redução da iluminação em determinados espaços públicos no período da noite, com o objetivo de evitar aglomerações.

Governo do Estado coordena ação integrada de fiscalização de comércios e orientação à população.

Uso do CartãoGV passa a ser obrigatório no Transcol e todas as linhas do sistema passam a circular sem a presença do cobrador.

Governo do Estado anuncia medidas de contenção de gastos para enfrentar queda de arrecadação.

Academias são autorizadas a voltar a funcionar, com o controle do número de frequentadores simultâneos.

Banestes libera mais de R$ 1 bilhão em crédito. Shoppings centers localizados em municípios classificados de Risco Alto poderão atender o público com a adoção de um protocolo rigoroso de higiene e distanciamento social.

O prazo de suspensão das atividades presenciais em instituições públicas e privadas de ensino segue até o final de junho.

Deixe uma resposta